Classificação das Constituições, quanto à origem:

a) Constituição Outorgada (ditatoriais): são aquelas impostas, não tem participação popular.

b) Constituição Promulgada: nascem com participação do povo em processo democrático.

c) Constituição Cesarista: também chamadas de bonapartistas elas são impostas, mas necessitam de um referendo popular.

 

Classificação das Constituições, quanto à forma:

a) Constituição Escrita: são aquelas elaboradas por um órgão constituinte, elas podem estar tanto em único texto quanto em diversos documentos.

b) Constituição Não escrita: essa é uma casca de banana dos concursos! As constituições  não escritas, também chamadas de costumeiras, são escritas! Isso mesmo, o significado de “não escritas” é que elas não estão em um texto ou conjunto de textos. A constituição está “espalhada” em costumes, acordos, leis etc... Logo não há um único órgão responsável por elaborar a constituição ou mesmo uma única fonte de texto constitucional.

 

Classificação das Constituições, quanto à forma de elaboração:

 a) Constituição Dogmática: são elaboradas por um órgão específico com esta finalidade (caso da Constituição Brasileira de 1988).

 b) Constituição Histórica: elas não são escritas em um texto único ou data precisa, são criadas através das tradições.

 

Classificação das Constituições, quanto à estabilidade:

a) Constituição Imutável: é um tipo hipotético em que o seu texto não poderia ser nunca modificado.

b) Constituição Rígida: pode ser modificada por procedimento mais complexo do que aqueles usados para modificar as outras leis (caso da Constituição Brasileira de 1988).

c) Constituição Semirrígida: algumas normas exigem um procedimento mais complexo para mudança, para as demais segue o processo normal das outras leis. 

d) Constituição Flexível: todas as normas usam o processo legislativo comum das outras leis.

  

Classificação das Constituições, quanto à extensão:

a) Constituição Analítica: as constituições analíticas tratam de diversos temas, além da organização do Estado, como a Constituição Brasileira de 1988 que trata de diversos assuntos como direitos sociais, ordem econômico financeira, defesa do Estado, tributação e do orçamento etc...

b) Constituição Sintética: restringem-se a temas como a organização do estado, com foco maior no limite de atuação do estado, ao invés de direitos e garantias aos indivíduos. É o exemplo da constituição dos Estados Unidos que têm apenas sete artigos, enquanto a brasileira possui mais de cem.

 

Classificação da constituição brasileira de 1988

Por último você deve decorar em quais destas classificações a nossa constituição de 1988 se encontra. A nossa constituição atual é Rígida(pois para modificá-la precisa de processo específico), Analítica(ela trata de diversos temas e não apenas da organização do estado), Dogmática (pois ela foi criada por um órgão específico com essa finalidade), Escrita(concentra as normas 

Resumo

Agora clique nas palavras que ficaram em branco para mostrar!

Classificação das Constituições,

Quanto à origem :

a) Outorgada: são impostas, sem participação popular.

b) Promulgada: com a participação popular.

c) Cesarista: são impostas, mas passam por um referendo popular.

Quanto à forma :

a) Escrita: elaboradas por um órgão constituinte.

b) Não escrita: também chamada de consuetudinária , ela se formam com o tempo, podem ser costumes, acordos, leis...

Quanto à forma de elaboração :

a) Dogmática: elaboradas por um órgão específico com esta finalidade.

b) Histórica: não são escritas em um texto único ou data precisa, são criadas através das tradições.

Quanto à estabilidade :

a) Imutável: seu texto não pode ser modificado nunca.

b) Rígida: necessita de procedimento mais complexo para ser modificada.

c) Semirrígida: apenas algumas normas exigem um procedimento mais complexo para modificação.

d) Flexível: todas as normas podem ser modificadas por um processo legislativo comum.

Quanto à extensão :

a) Analítica: tratam de diversos temas, além da organização do Estado.

b) Sintética: restringem-se aos temas constitucionais.

Classificação da constituição brasileira de 1988: R ígida , Analítica, Dogmática, Escrita, Promulgada.